Categorias
Uncategorized

A Localcir-Poctep, e a Extremadura Avante, desenvolvem um programa de “Acesso ao Mercado”, dirigido a todas as empresas que participaram na fase anterior de desenho de itinerários verdes da referida proposta.

Lea la noticia en español

Pretende-se convidar estas entidades empresariais a participar num novo programa do projeto, enquadrado na atividade de Acesso ao Mercado, que se desenvolverá a partir da Extremadura Avante e que desenvolve um Programa de Aconselhamento para Empresas de Economia Verde e Circular em Vendas Canais e Estratégias de Marketing. Dando continuidade aos diversos serviços que fazem parte do ciclo completo de assessoria realizado pelo projeto LOCALCIR-POCTEP, é implementado este novo Programa de Assessoria a Empresas de Economia Verde e Circular sobre Canais de Venda e Estratégias de Marketing. Desde a Extremadura Avante, desenvolve-se este programa, que visa aconselhar as mais de duzentas e vinte e cinco empresas que participam na propostapara poderem ter acesso a canais de venda especializados a nível regional, nacional e internacional. É um serviço de assessoria através de um diagnóstico individualizado da situação da empresa participante, uma análise das suas diferentes opções de acesso a determinados canais de venda e a elaboração de um Plano de Marketing e Vendas adaptado às necessidades da empresa. Com este programa, as empresas participantes receberão:
  • Formação em estratégias de comercialização e marketing.
  • Consultoria personalizada sobre os possíveis canais de vendas que melhor funcionariam para a comercialização de seus produtos.
  • Um Plano de Marketing personalizado.
As inscrições estão abertas até 27 de maio de 2022 e podem inscrever-se desde aqui:

Para mais informações, sobre o projeto Localcir pode consultar os siguientes links e sitios:


Categorias
Uncategorized

A Localcir dá a conhecer dois novos números dos boletins sobre Economia Verde e Circular do MITECO

Lea la noticia en español

Desde o passado mês de julho de 2020, o Ministério da Transição Ecológica e o Desafio Demográfico-MITECO, lançou as suas newsletters que são novidades no nosso site, sendo que este ano já publicou duas newsletters.

O projeto Localcir acompanha desde o início o lançamento dos boletins de Economia Verde e Circular, elaborados pelo MITECO. Este ano de 2022, lançou duas newsletters, uma em fevereiro’22 e outra em abril’22, que deixamos abaixo com os respetivos resumos de conteúdos e links onde poderá aceder para ver as newsletters na íntegra e respetivos conteúdos.

Boletím  Mes de Lançamento Conteúdos Links
8 Fevereiro’22
  • A lei de Residuos e Solos Contaminados para uma Economía Circular entra na reta final da sua tramitação parlamentar em Espanha

  • Eventos, publicações e temas de interesse.

  • Noticias e actualidades sobre a economía circular
  • Links a conteúdos, recursos e descargas em internet

Ver Boletím 8
9 Abril’22
  • Aprovação da nova Lei de Residuos e Solos Contaminados para uma Economía Circular

  • Eventos, publicações e temas de interesse

  • Noticias e actualidades sobre a economía circular
  • Links a conteúdos, recursos e descargas em internet

Ver Boletím 9

Para mais informações sobre o projeto Localcir, pode consultar os seguintes sites:

• LinkedIn: https://www.linkedin.com/in/localcir-0597691a2/

• Facebook: https://www.facebook.com/localcir

• Twitter: https://twitter.com/localcir

• Site Localcir: www.localcir.eu

• Inscrever-se na Newsletter: https://cutt.ly/BFyYjT8

Categorias
Uncategorized

Localcir-Poctep pela mão da “Secretaria General de Población y Desarrollo Rural de la Junta de Extremadura”, entidade que lidera esta proposta, facilita material multimedia sobre Economía Verde e Circular.

Lea la noticia en español

Este “pack-multimedia” consiste num conjunto de dez sessões de Podcast, com duração aproximada de vinte minutos cada, e uma pequena videoteca creada para o efeito de vídeos curtos, composta por um total de trinta curtas-metragens de entre dois a três minutos aproximadamente.

Estes conteúdos, concebidos no âmbito do projeto Localcir-Poctep, foram produzidos com o objetivo de divulgar, sensibilizar, educar e apoiar o empresariado e todos os empresendedores e todos os interessados ​​neste projeto que se interessem em aprofundar conhecimentos sobre a Economia Verde e Redonda.

Este material multimédia agora disponibilizado, são um importante contributo para divulgar o que se pretende com esta proposta do programa Interreg V-A Espanha-Portugal y, que promove o empreendedorismo e a inovação no meio rural, através da conversão e criação de novos modelos de negócio baseados na economia verde e circular e a sustentabilidade das empresas da região Euroace.

O conteúdo pode ser encontrado nos seguintes links:

• 10 Podcasts – https://cutt.ly/BFyRNoU

• 30 vídeos- https://cutt.ly/wFyRkQo

Estes conteúdos multimédia do projeto foram promovidos no âmbito da Estratégia de Economia Verde e Circular da Extremadura 2030 desenvolvida pela Junta de Extremadura e promovida pela Secretaria Geral da População e Desenvolvimento Rural, principal entidade beneficiária do projeto Localcir.

Para mais informações sobre o projeto Localcir, pode consultar os seguintes sites:

• LinkedIn: https://www.linkedin.com/in/localcir-0597691a2/

• Facebook: https://www.facebook.com/localcir

• Twitter: https://twitter.com/localcir

• Site Localcir: www.localcir.eu

• Boletim informativo: https://cutt.ly/BFyYjT8

Categorias
Uncategorized

LOCALCIR LANÇA A PLATAFORMA MOOC PARA FORMAÇÃO EM ECONOMIA VERDE E CIRCULAR PREPARADA POR SECRETARIA-GERAL DE POPULAÇÃO E DESENVOLVIMENTO RURAL (SGPDR) DA JUNTA DA EXTREMADURA

Lea la noticia en español

A SGPDR da Junta de Extremadura, líder da proposta Localcir-POCTEP, em coordenação com a “Oficina de Extremadura 2030”, lança uma plataforma MOOC, com cursos de formação em Economia Verde e Circular no âmbito das atividades formativas do projeto transfronteiriço, aberto a todas as empresas, profissionais por conta própria e empreendedores interessados ​​em aprofundar os seus conhecimentos sobre empreendedorismo inovador e sustentável na região Euroace.

São seis os cursos de formação ministrados nas duas línguas (espanhol e português) previstos na referida plataforma e focados no referido espaço transfronteiriço:

  1. Curso de Economia Verde e Circular para empresas e empreendedores;
  2. Aplicação da economia circular no setor agropecuário e florestal;
  3. Aplicação da economia circular no setor agroalimentar.
  4. Aplicação da economia circular no setor da água e energias renováveis;
  5. Aplicação da economia circular no setor da construção e reabilitação energética de edifícios;
  6. Aplicação da economia circular no setor de serviços.

A duração de cada curso desta oferta formativa varia entre vinte e cinco e trinta horas de formação, sendo composta por conteúdos gerais e tópicos especializados na aplicação da Economia Circular dos principais setores da região como a agro-pecuária e a silvicultura , indústria agroalimentar, água e energias renováveis, construção e reabilitação energética de edifícios e do setor dos serviços.

INSCRIÇÕES EM FORMAÇÃO BILÍNGUE GRATUITA

Esta formação, gratuita, é ministrada através de recursos telemáticos e bilingues e será ministrada por especialistas em Economia Verde e Circular e Empreendedorismo.

Terá como conteúdos algum material audiovisual em espanhol e português, com o objetivo de desenvolver competências empreendedoras que favoreçam a criação de iniciativas de negócios alinhados com a economia verde e circular na zona EUROACE.

A inscrição em cada um dos cursos pode ser feita através do seguinte link: https://mooc-localcir.org/

Cada curso tem a certificação da Secretaria Geral de População e Desenvolvimento Rural do Ministério da Agricultura, Desenvolvimento Rural, População e Território e o aval do Escritório Técnico Extremadura 2030.

PROJETO

Esta ação enquadra-se na oferta formativa oferecida pelo projeto LOCALCIR para a promoção do empreendedorismo e inovação de empresas em economia circular na área de impacto da proposta e, que inclui as regiões da Extremadura, Alentejo e Região Centro de Portugal.

O projeto Localcir é constituído por um conjunto de 16 entidades, 12 da Extremadura espanhola e 4 das regiões portuguesas. É cofinanciado pelo Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional (FEDER) através do Programa INTERREG V-A Espanha Portugal (POCTEP) 2014-2020.

Mais informações sobre o projeto em: https://localcir.eu/

Categorias
Uncategorized

O Localcir-Poctep, em conjunto com a Direção Geral do Desporto, prepara ações de formação na área do desporto sustentável e da Economia Verde e Circular

Lea la noticia en español

Trata-se de um conjunto de cinco webinars que destacam a importância da adoção de boas práticas ambientais no domínio das atividades e gestão de eventos desportivos, para promover a sustentabilidade ambiental no referido setor.

A Direcção-Geral do Desporto do Ministério da Cultura, Turismo e Desporto da Junta de Extremadura, no âmbito das acções de formação e sensibilização do projecto Localcir-Poctep, apresenta um conjunto de seminários de formação dirigidos ao conjunto de entidades que realizam e implementar atividades e eventos esportivos.

INSCRIÇõES SEMINARIOS WEB DE SUSTENTABILIDADE DESPORTIVA

A participação é gratuita, online e pode inscrever-se aqui:

Estas ações visam sensibilizar e educar todas as pessoas que trabalham com entidades do setor desportivo para conhecer, adotar e implementar a utilização de boas práticas ambientais, com o objetivo de promover e pôr em practica a sustentabilidade desportiva na região Euroace. As datas e temas a serem estudados e debatidos serão conforme a tabela que vos deixamos a continuação:

Fecha Temática Hora1
28/04

Introdução à Sustentabilidade para Entidades Desportivas

16.00-18.00
03/05

Como desenhar serviços desportivos sustentáveis

16.00-18.00
10/05 Comunicação Sustentável no Desporto 16.00-18.00
17/05

O plano de marketing ecológico no desporto

16.00-18.00
24/05

A gestão de resíduos em eventos desportivos

16.00-18.00

Estas sessões são de especial interesse para entidades intervenientes no projeto ou fora dele como Câmaras Municipais e Direções do Desporto, Federações Desportivas Municipais, Clubes Desportivos, Clubes Sociais que implementam e promovem a prática desportiva, com a organização de torneios e eventos desportivos, etc.

As referidas sessões telemáticas serão gratuitas e leccionadas por especialistas da área e ajudar-nos-ão a conhecer o que de melhor se faz nesta matéria, visando a sustentabilidade ambiental no sector desportivo, a ser replicado na região de impacto da nossa proposta Interreg, a região Euroace.

Para mais informações sobre o projeto Localcir, você pode consultar os seguintes sites:

• LinkedIn: https://www.linkedin.com/in/localcir-0597691a2/

• Facebook: https://www.facebook.com/localcir

• Twitter: https://twitter.com/localcir

• Site Localcir: www.localcir.eu

• Newsletter: https://cutt.ly/BFyYjT8

1 Hora espanhola

Categorias
Uncategorized

A Secretaria Geral de População e Desenvolvimento Rural da Junta de Extremadura, entidade que lidera Localcir-Poctep, disponibiliza material multimédia interessante em podcasts e vídeos sobre Economia Verde e Circular.

Esses conteúdos consistem em dez sessões de Podcast, com duração aproximada de vinte minutos cada, e uma coleção de vídeos curtos, composta por um total de trinta curtas-metragens de dois a três minutos aproximadamente.

Estes conteúdos, concebidos no âmbito do projeto Localcir-Poctep, foram produzidos com o objetivo de divulgar, sensibilizar, educar e apoiar o empresariado e todos os empresendedores e todos os  interessados ​​neste projeto que se interessem em aprofundar conhecimentos sobre a Economia Verde e Redonda.

Este material multimédia agora disponibilizado, são um importante contributo para divulgar o que se pretende com esta proposta do programa Interreg V-A Espanha-Portugal y, que promove o empreendedorismo e a inovação no meio rural, através da conversão e criação de novos modelos de negócio baseados na economia verde e circular e a sustentabilidade das empresas da região Euroace.

O conteúdo pode ser encontrado nos seguintes links:

Estes conteúdos multimédia do projeto foram promovidos no âmbito da Estratégia de Economia Verde e Circular da Extremadura 2030 desenvolvida pela Junta de Extremadura e promovida pela Secretaria Geral da População e Desenvolvimento Rural, principal entidade beneficiária do projeto Localcir.

Para mais informações sobre o projeto Localcir, pode consultar os seguintes sites:

 

Lea la noticia en español

Categorias
Uncategorized

Localcir-Poctep abre o período de inscrições no curso Agroalimentar em Economia Verde e Circular

Lea la noticia en español

Este curso será leccionado por professores especialistas nesta área e será totalmente gratuito, com duração de 25 horas que serão ministradas na modalidade “on-line”.

Esta formação será ministrada através da utilização da plataforma MOOC-Localcir, habilitada para a formação do projeto e desenvolvida em colaboração com a Secretaria Geral da População, Desenvolvimento Rural e Território da Junta de Extremadura, entidade que lidera o projeto Localcir-Poctep e com a participação da Extremadura2030, organização também vinculada a esta entidade.

As inscrições para o curso já estão abertas e podem ser feitas no link:

https://mooc-localcir.org

Esta formação destina-se especialmente ao setor agroalimentar da região Euroace e está dirigida a empresários e pessoal técnico de empresas que exercem as suas atividades no setor agroalimentar, com interesse em desenvolver novas práticas inovadoras baseadas na economia verde e circular.

Será uma formação na modalidade “on-line”, com o objetivo de facilitar a assistencia dos alunos interessados, para que possam treinar ao seu ritmo e ter acesso a partir de qualquer local que tenha disponível uma ligação à Internet. As sessões de formação terão uma abordagem prática e terão como objetivo ligar os interesses do profissional do setor agroalimentar, com as empresas e a sua iniciativa empreendedora no ambito da Economia Verde e Circular.

Este curso é promovido pela Estrategia Extremenha de Economía Verde e Circular Extremadura 2030 da Junta de Extremadura e promovido pela Secretaria Geral de População e Desenvolvimento Rural pertencente ao Ministério da Agricultura, Desenvolvimento Rural, População e Território da Junta de Extremadura como principal beneficiários do projeto Localcir.

Categorias
Uncategorized

Localcir-Poctep continua a incrementar o número de entidades participantes no Catálogo de Empresas

Lea la noticia en español

O Catálogo de Empresas que trabalham e participam do Localcir-Poctep continua a crescer e contam até agora com cento e cinquenta e seis empresas que já aderiram a este diretório, que continua em crescimento.

O objetivo do Catálogo de Empresas é poder incluir, de forma voluntária, as empresas que trabalham com a proposta transfronteiriça na implementação da metodologia Localcir-Poctep de inovação e conversão de modelos de negócios para a sustentabilidade, considerando a implementação do “boas-practicas” compilado em catalogos deste projeto (https://cutt.ly/ASojQo8) e desenhado para a sua aplicação através dos itinerários verdes e soportado na sua implementação pelo serviço permanente à economia verde e circular que envolve todas as atividades deste projeto do programa Interreg.

Este catálogo pretende servir de exemplo a outras empresas e empresários para favorecer a criação de uma rede rural de empreendedorismo verde e circular, e contribuir para a consolidação das empresas em economia circular no território EUROACE, tornando esta Eurorregião numa referência de este tipo de economia.

A “Diputación de Cáceres”, como entidade socia do projeto LOCALCIR, continua a preparar este catálogo e mapeamento, que apresentamos aqui em versão preliminar (“download” no botão) porque continua a crescer, com aquelas empresas que querem explorar as possibilidades de incorporar boas práticas de Economia Circular em seus modelos de negócios.

Pretende-se promover canais de comercialização entre produtores e consumidores, gerando sinergias que favoreçam o desenvolvimento do tecido empresarial regional para promover o desenvolvimento rural e travar o despovoamento.

Localcir-Poctep é um projeto transfronteiriço que tem por objetivo a promoção do empreendedorismo e inovação das empresas em economia circular que está a ser desenvolvido na região EUROACE (Extremadura, Alentejo e Centro de Portugal). O projeto visa promover o empreendedorismo e a inovação nas empresas da economia circular, através do programa INTERREG V-A Espanha Portugal (POCTEP), e prossegue a criação de um serviço de apoio para promover o espírito empreendedor e favorecer a consolidação de novas ideias de negócios no setor da economia verde e economia circular. Assim, ao promover novos produtos e processos baseados na sustentabilidade local, a Localcir contribuirá ao melhoramento da competitividade dos negócios rurais.

Recordar que este catálogo começou com um reduzido numero de empresas (trinta em Março de 2021) e tem vindo a crescer muito no ultimo ano, somando mais de cento e cinquenta e cinco empresas. Esperamos poder seguir aglutinando organizações que querem apostar de forma segura na bandeira que nos indica o caminho da sustentabilidade empresarial na região euroace.

Categorias
Uncategorized

LOCALCIR-POCTEP visita a Feira -modtissimo’22- no Porto durante o mês de Fevereiro

Lea la noticia en español

“A Diputación” de Cáceres, que tutoriza 15 empresas do setor têxtil e moda sustentável no âmbito do projeto LOCALCIR, visitou a feira internacional MODTISSIMO referente da industria têxtil e da moda em Portugal nos dias 16 e 17 de fevereiro de 2022 no Porto, a feira têxtil mais antiga da Europa.

Imagen 1 – Creatividade grafica del evento e Imagen 2 – Entrada al evento con Paloma Castro, técnico de Localcir en Diputación de Cáceres y con Esther González de Talleres Ardila, uma das empresas tutorizadas por “Diputación de Cáceres”.

Com a intenção de facilitar a criação de circuitos fechados de cooperação entre empresas extremenhas e portuguesas, uma ação futura da LOCALCIR, sentimos a necessidade de encontrar empresas portuguesas que possam estabelecer relações comerciais com as empresas que orientamos na Diputación de Cáceres, todas elas da moda têxtil e sustentável e que também complementam as suas necessidades para torná-las mais competitivos.

Planeando viagens de exploração a Portugal com este objectivo e chegando ao nosso conhecimento a celebração da Feira MODTISSIMO, o certame mais importante das indústrias têxtil e de moda e vestuário em Portugal, sabíamos que várias das empresas portuguesas que queríamos visitar nas suas origens (fabricantes de tecidos, confecção têxtil, serviços de tratamento da lã: pentear-lavagem, tinturaria, fiação, tecelagem; associações de empresas têxteis e de moda, inovação e desenvolvimento…) pareceu-nos propsitado e mais operacional visitar a feira.

A visita ao MODTISSIMO serviu tanto para contactar empresas como para conhecer e aprender o desenvolvimento desta indústria, estratégica em Portugal para os Fundos de Recuperação da UE. Como não poderia deixar de ser, promovemos também as nossas empresas tuteladas no projeto LOCALCIR, não só junto dos empresários da feira mas também junto dos meios de comunicação especializados em moda, aliás, a revista digital MODA.es deu-nos destaque num artigo, que referencía esta nossa visita (https://cutt.ly/LA3iIO8 ), como nos recorda Paloma Castro, técnica responsável pelo projeto LOCALCIR na Diputación de Cáceres.

Imagen 3-Paloma Castro apresentando o catálogo de empresas de LOCALCIR a Antonio Teixeira da empresa A PENTEADORA, S.A. de serviços para o tratamento da lã. Imagen 4 y 5 ejemplos de amostras de lãs na feira Modtissimo.

Estão registados no MODTISSIMO cerca de 5.000 visitantes, dos quais 4.679 portugueses e 475 internacionais. Os participantes concordaram que a indústria têxtil e de vestuário portuguesa está a sair mais fortalecida da recessão na cadeia de abastecimento asiática. Todos eles destacaram as vantagens de voltar ao básico.

MODTISSIMO, conseguiu oferecer a aparência de uma grande feira europeia; quer pela estética geral do recinto de feiras da Exponor, quer pelos 241 stands que encheram completamente os 6.000m2 do Pavilhão 5, quer ainda pelas áreas de tendências, sustentabilidade e têxteis avançados, e ainda pelas duas áreas de conferências.

A feira recebeu 139 expositores de tecidos, 66 de roupas (desta vez sem diferenciação entre adultos e crianças) e 36 de serviços; e teve que deixar de fora algumas empresas por falta de espaço.

Imagen 6 – (esquerda) Aspeto geral da Feira e dos expositores.; Imagen 7 – (centro) Esther González junto a um expositor. Imagen 8 – (Direita) Zona de “Itech Style Talks” onde se faziam apresentações e se debatían temas de interesse para o sector textil.

Durante a nossa visita à Feira falámos com vários expositores, estávamos interessados ​​em descobrir novos fabricantes de tecidos biológicos e conhecer a oferta de novos tecidos sustentáveis, fornecedores de empresas de fabrico têxtil, serviços para o desenvolvimento da lã, desenvolvimento de têxteis reciclados …dos quais estávamos interessados ​​em saber a localização das fábricas e os pedidos mínimos e os prazos de produção.

Imagens de 9 a 13 de esquerda a direita – Detalhe da variedade de empresas de adornos e cordões
Imagens 14 a 16 de cima abaixo e de esquerda a direita – Detalhe de etiquetas e botões feitos com materiais naturais

Como exemplo das empresas industriais e têxteis portuguesas que conhecemos, salientamos as seguintes:

FILASA SPINNING AND DYEING

Trabalham principalmente com algodão orgânico e reciclado, poliéster reciclado, viscose, Lyocel, linho, sumaúma, cânhamo, bambu, Modal, lã, seda, caxemira… explicaram-nos que ultimamente notaram que tinha aumentado a procura de produtos sustentáveis, razão pela qual a sua oferta também tem vindo aumentando progressivamente.

CLARIANSE

Que dedica grande parte de sua produção ao tingimento natural de fios orgânicos.

PANORAMA

Empresa portuguesa de impressão digital têxtil.

J.AREAL

Produtora de malhas especializada em algodão orgânico e outras fibras sustentáveis ​​como linho, poliéster reciclado ou Tencel.

Imagen 17 a 22 de esquerda a direita e de cima abaixo – Imágens da visita levada a cabo por diferentes stands de la feria

LMA

Foi fundada em 1995 com uma clara orientação para tecidos de “high-performance” para desporto, trabalhando apenas com materiais sintéticos, e há um ano ocorreu um marco na LMA: compraram uma fábrica para trabalhar com algodão orgânico certificado e produzir produtos tanto de tecido para o plano como malha. Atualmente, uma porcentagem dos produtos já é sustentável (algodão orgânico, reciclado, agricultura responsável contra a deflorestação,…). No futuro, eles esperam que toda a produção seja desenvolvida com algodão orgânico.

De fato, a relação da LMA com a sustentabilidade vai além de suas matérias-primas. A empresa utiliza painéis solares para fornecer energia durante o processo de produção (enviando o excedente para empresas

vizinhas); e aposta em corantes biológicos à base de bactérias que permitem o tingimento sem água e a 37ºC (quando o processo costuma ser realizado a 150ºC). Da mesma forma, é pioneira em um processo de economia circular que consiste em destruir roupas para fazer celulose, que é convertida em fibras, fios e novas roupas. Para transformar roupas velhas em fios, a LMA faz parceria com empresas produtoras de fios capazes de realizar esse processo. Por fim, é de salientar que a LMA trabalha com materiais de primeira qualidade para garantir a durabilidade dos seus produtos e afastar-se da filosofia de usar e deitar fora.

A LMA é para a LOCALCIR um modelo de negócio com boas práticas que podem ser replicadas nas empresas que orientamos.”

DITCHIL

São fabricantes de vestuário para terceiros e trabalham muito em têxteis sustentáveis. Para eles, a responsabilidade ambiental não se reduz à natureza dos tecidos que fabricam, mas abrange todos os recursos que utilizam durante esse processo. Nesse sentido, apostam na energia solar obtida graças aos seus próprios painéis solares.

No MODTISSIMO chamou-nos a atenção tal como aos restantes visitantes, os seguintes aspectos:

O programa de atividades paralelas. Composto por 14 palestras, foi dividido em dois espaços bem diferenciados: o palco CITEVE e o palco MODTISSIMO.

Fórum de tendências primavera-verão 2023

Na entrada do pavilhão estava a área de tendências inspirada em um mercado local. Os tecidos foram apresentados por tons em paletes de madeira.

A área de tendências incluiu também uma zona diferenciada orientada para a sustentabilidade. Sob o lema “Sustainable Future Trends Forum”, a Modtissimo propôs várias tendências de tecidos definidas pelo seu valor ambiental. Assim, os produtos presentes nesta área eram orgânicos, “eco-friendly”, fruto de uma produção responsável ou reciclados.

Sustaninable Fashion From Portugal

Esta iniciativa sustentável foi apresentada como uma amostra de “designs eco-responsáveis”​​feitos com algodão orgânico e certificado BCI, poliéster reciclado e outros materiais naturais como linho e lã. Além disso, muitos dos designs agregaram acabamentos – também sustentáveis ​​- para alcançar um desempenho superior. Estes incluem acabamentos repelentes e resistentes à água, antibacterianos, termorreguladores, protetores contra os raios UV, respiráveis, de secagem rápida, etc.

The Green Wave: Sustainable Fashion From Portugal

O lançamento da revista “The Green Wave” e a montra com produtos sustentáveis ​​de empresas portuguesas foram as ações do projeto “Sustainable Fashion From Portugal”. “O principal objetivo do projeto é promover e comunicar as melhores práticas da indústria têxtil e de vestuário portuguesa na área da sustentabilidade”, afirma Ana Paula Dinis, Diretora Executiva da ATP (Associação Portuguesa de Têxteis).

Imágens 23 a 26 de esquerda a direita e de cima abaixo – Aspetos de diferentes texteís e amostras de cores laranjas e amarelos de tecidos e de desenhos exibidas e da impressão textil em diferentes expositores da feira

iTechStyle

Este espaço reuniu uma grande variedade de propostas técnicas inovadoras. Ficamos surpreendidos com a proposta da Polopique, que foi finalista do iTechStyle Awards, que propõe um tecido voltado ao esporte e ao segmento techno-fashion que é 72% biodegradável.

Imagens 27 a 29 da esquerda para a direita – Criatividade têxtil fotografada e “The Green wave fashion” fotografada durante a visita a diferentes stands da feira.

Decidimos deixar-vos tambem a revista “Green Wave” em formato PDF, e que achamos muito interessante poder proporcionar-vos este documento como fonte inspiradora, onde poderá encontrar muitas ideias e propostas, para todas as empresas tuteladas no domínio da Localcir-Poctep bem como todos as outras entidades ou pessoas que possam estar interessados.

Link à revista: THE GREEN WAVE:

https://atp.pt/wp-content/uploads/2022/01/GREEN-WAVE_Revista.pdf

Imágens 30 e, de 31 a 33 de cima abaixo e de esquerda a direita– (em cima) Aspecto geral da feira Modtissimo e em baixo exemplos de pequenos pormenores feitos com materiais sustentáveis

Concurso de novos criadores

Um espaço da Feira foi dedicado a dar visibilidade às propostas de criadores e designers emergentes propostas por diferentes entidades formadoras portuguesas, foi um Concurso de Novos Criadores.

Relativamente à crescente procura de clientes estrangeiros, como as nossas empresas, era bem visível o interesse em fabricar em Portugal. Não só pelo regresso da produção à Europa, mas também pela qualidade, inovação e sustentabilidade da indústria têxtil e de vestuário portuguesa.

Entre a grande diversidade de temas, destacam-se a sustentabilidade, a inovação e pesquisa; bem como questões mais operacionais como os custos do contexto, a escassez de mão-de-obra e a oportunidade de Portugal se tornar um mercado local de excelência.

Imágenes 34 y 35 de izquierda a derecha– aspecto de creatividades textiles en el Concurso de nuevos creadores de Modtissimo y Universidades y Centros que han colaborado en la creación y ejecución de estos ejemplos de confección textil siempre con el telón de sostenibilidad de fondo

Aprendemos muito na feira e estamos preparando um diretório de fornecedores de confecções e confecções têxteis para facilitar esses contatos para as empresas tuteladas pela LOCALCIR. Também nos encoraja esta visita a desenhar um Plano Estratégico para o sector têxtil e da moda na Extremadura. Estamos empenhados em continuar a trabalhar na cooperação transfronteiriça com as empresas portuguesas de têxteis e moda. Mantervo-emos informados sobre os passos que vamos tomar.

Imágens 36 e 37 de esquerda a direita – Visão Prospectiva e Estrategias ITV 2030. Contribución a um Plano Estratégico para o Sector Textil e da Confecção portuguesa e Paloma Castro Navas da Diputación de Cáceres com o documento em questão.

Abaixo segue um link para que todos os interessados ​​em conhecer este documento da Visão Prospectiva e Estratégias ITV 2030. Contribuição para um Plano Estratégico do Sector Têxtil e Vestuário Português, o possam descarregar e consultar.

Link para o jornal: VI

https://atp.pt/wp-content/uploads/2021/07/Estudo-2030-digital.pdf

Esperando que este documento seja útil e facilite a implementação de uma dinâmica sustentável no sector têxtil na região Euroace, facilitando contactos e inspirando contributos para as empresas tuteladas no âmbito do projecto Localcir-Poctep e todas as outras empresas e organizações que têm intenção de iniciar o seu caminho para a sustentabilidade têxtil.

Texto y fotografías: Paloma Castro Navas/ Diputación de Cáceres

Categorias
Uncategorized

LOCALCIR-POCTEP, em conjunto com a “Diputación de Badajoz”, encerran o ciclo de formação do setor agroalimentar em economia verde e circular, na modalidade online.

Lea la noticia en español

A “Diputación de Badajoz” prepara-se assim para a próxima quarta-feira apresentar o último webinar dos seus ciclos de formação na área da agricultura sustentável.

Este último seminário denominado “Agricultura regenerativa: cuidar da terra e das pessoas”, será realizado a 16 de março pelas 17h00 através da plataforma Zoom, onde estarão convidados especializados com larga experiência em trabalhos agrícolas e pecuários desde uma perspetiva de sustentabilidade. Eles são María Catalán da Cooperativa Actyva, especialista em restauração de ecossistemas e gestão holística, e Daniel Cabello de Mamá Cabra, um projeto empresarial de desenvolvimento agrícola rural.

A participação está aberta a empresas e empresários, preferencialmente da Região EUROACE, com interesse no setor agroindustrial e que necessitem de formação em economia verde e circular.

Inscrições disponíveis através de:

https://forms.gle/qHroXxBnRGSTs65i6

Para mais informação pode aceder às seguintes paginas: